quarta-feira, 1 de julho de 2015

Pedágios ficam mais caros nesta quarta-feira

Foto: FísicaNaVeia
Nos últimos dias já era possível ver duas estrelas próximas brilhando muito forte, isoladas no céu.
Mas na noite desta terca-feira, 30 de junho, o espetáculo foi ainda maior.
Vênus e Júpiter apareceram bem próximos, numa distância mínima.
E o mais bacana: o fenômenos continua em menor intensidade nos próximos dias e dá para ver tudo a olho nu. 

O melhor horário para ver o "encontro" de Vênus e Júpiter é entre 18 e 20 h.

Se o tempo estiver bom, e o céu limpo na região onde você mora, será fácil encontrar os astros no céu, porque o brilho é bem mais intenso do que o das outras estrelas.








Para onde olhar
  1. Perto das 18h, procure um local de onde possa ver o horizonte oeste, onde o Sol se põe.  O céu já estará escurecendo. Espere o Sol se esconder.
  2. Um pouco à direita da posição onde o Sol se escondeu, acima do horizonte, vai aparecer o primeiro pontinho bem brilhante. É Vênus.
  3. Em cerca de 10 minutos depois de Vênus você já deve começar a ver Júpiter, o segundo pontinho brotando no céu. Ele estará ligeiramente acima de Vênus, mais ou menos como na foto acima.
O site Física Na Veia vem acompanhando o fenômenos há alguns dias e fez a foto acima na cidade, São João da Boa Vista, interior de São Paulo.












Fonte Só Noticia Boa

Siga @condominos
T.O 

Mundo ganha um segundo a mais para ajustar relógios


O minuto entre 23h59 e 00h00 do último dia do mês de junho de 2015 durou um segundo a mais. O fenômeno, que ocorreu na noite de ontem, é resultado da necessidade em ajustar as chamadas escalas de tempo, que conectam natureza e tecnologia às diferenças do movimento irregular de rotação da Terra.

Perceptível aos minuciosos que definem segundos exatos em seus relógios e para os cientistas, que utilizam fragmentos do segundo em experimentos, a mudança em relação aos 61 segundos, contudo, não deve acarretar mudanças para a maioria das pessoas.

“Físicos e químicos que trabalham com experimentos como o acelerador de partículas, que depende dos milissegundos (um milésimo de segundo) e até de microssegundos (milionésima parte de um segundo), por exemplo, precisam se adaptar para evitar erros. Houve comentários de que a mudança também poderia acarretar atraso nas transações da bolsa de valores também. Mas, para a maioria ,é quase imperceptível”, avaliou o físico coordenador do grupo de astronomia do Centro de Física e Química da Universidade Estadual de São Paulo (Unesp) de Ilha Solteira, Claudio Luiz Carvalho.

Sistemas de navegação por satélite e sistemas de redes de computadores também estavam entre as possíveis vítimas do acréscimo do um segundo.

Desde 1972

Este seria o vigésimo sexto segundo adicionado aos relógios desde 1972, quando a correção começou a ser realizada pelo Serviço Internacional de Sistemas de Referência e Rotação da Terra (em inglês: International Earth Rotation and Reference Systems Service, IERS), organização responsável por manter padrões de referência e tempo globais, que anuncia os chamados “segundos de salto”.

“As 24 horas nunca foram exatas. A terra gasta cada vez mais tempo no movimento de rotação. Temos uma média de dois milésimos de tempo a mais por dia. A adição ocorre oficialmente hoje, mas a defasagem já vem há algum tempo”, comentou Carvalho. A última correção antes dessa ocorreu em julho de 2012.

Conciliar

Com o segundo adicional, cientistas buscam conciliar duas escalas de tempo, a medição do Tempo Universal (UT), que relaciona a rotação da Terra com sua posição em relação às estrelas, e a do Tempo Atômico Internacional (TAI), definido a partir de 1971 por um sistema de relógios atômicos – existem apenas algumas dezenas destes tipos de relógios no mundo.


A escala atual usada como referência é chamada de Tempo Universal Coordenado (UTC) – antes chamada de GMT-, que surgiu há algumas décadas justamente com a proposta de ajustar a defasagem entre os dois sistemas referenciais. Por isso, quando a diferença ultrapassa um nível de 0,9 segundos, o segundo suplementar é adicionado.

“O UTC é uma referência de temPo usada pela astronomia com base no meridiano de Greenwich”, finaliza Carvalho.

A Terra mais lenta e o Sol maior

O fenômeno da adição dos segundos ao longo das últimas décadas reforça a tese de que a Terra tem demorado cada dia mais para girar em torno de seu próprio eixo.

“A Terra está parando aos poucos, influenciada pela força gravitacional em relação à Lua, que está se afastando. A tendência é que o nosso satélite passe a se aproximar a interagir cada vez mais com Júpiter”, explica o físico Claudio Luiz Carvalho.

O reflexo, no entanto, só deve ser sentido daqui a algumas centenas de anos. “Só será mais perceptível ao longo das mudanças de estação”, frisa o físico.

Outro fenômeno interessante citado por ele é em relação ao Sol, astro que tem aumentado de tamanho a cada dia. “O Sol está morrendo, chegará um momento em que ele começará a inchar, atingindo Mercúrio e Vênus, podendo parar entre a Terra e Marte. Mas isso só daqui a 5 bilhões de anos”, finaliza Claudio Carvalho.

O segundo

Originalmente, o segundo deveria ser o tempo que o Sol a pino leva para percorrer a distância de 1/86400 da circunferência terrestre, ou seja, 462,962 metros na Linha do Equador. Hoje, o segundo é definido tecnicamente como a duração de 9’192’631’770 períodos da radiação correspondente à transição entre dois níveis do estado fundamental do átomo de Césio 133.

Júpiter e Vênus ficam mais ‘visíveis’

E a astronomia reserva mais novidades. Até o final da noite dessa quarta-feira (1), Vênus e Júpiter estarão mais visíveis a olho nu em qualquer parte do mundo. Isso porque os planetas, desde a semana passada, passam por um fenômeno que resultará na chamada “conjunção”, que, em termos não científicos, significa que eles estão alinhados e, por isso, ficaram mais visíveis aos olhos humanos.

“O fato de estarem mais aparentes não quer dizer que eles estão mais próximos a Terra. É uma impressão visual gerada pelo fenômeno”, comenta Rodolfo Langhi, coordenador do Observatório de Astronomia da Unesp de Bauru.

Em 2014, os mesmos corpos também estiveram alinhados. “Não é algo tão raro, mas muito interessante por proporcionar melhor visibilidade”, afirma Langhi. “Júpiter tem dezenas de luas, ao menos quatro delas podemos enxergar”, acrescenta.

O próximo fenômeno do tipo deve ocorrer em 18 de julho, quando a Lua se alinhará aos dois planetas.

No dia 25 de julho, o Observatório de Astronomia do Centro de Meteorologia da Unesp (IPMet) abrirá as portas ao público para observação da Lua e de Saturno, que estarão em posições privilegiadas em relação à Terra.



Fonte JCNet

Siga @condominos
T.O

terça-feira, 30 de junho de 2015

Pedágios de rodovias paulistas sobem nesta quarta

Os motoristas que usam as estradas estaduais de São Paulo pagarão pedágios mais caros a partir da próxima quarta-feira (1º). O reajuste foi autorizado pela Artesp (agência estadual que regula as concessões de rodovias de São Paulo) e vai variar de 4,11% a 8,47% dependendo da rodovia.
 
A Anchieta e a Imigrantes, que têm o valor mais elevado de pedágio entre as rodovias paulistas, o preço vai chegar a R$ 23 para os carros - atualmente ele chega a R$ 22. O preço na Anhanguera vai a R$ 11,80 na praça de Ituverava e da Castello vai a R$ 10 em Itu. Já no Rodoanel, o valor será de R$ 2,90 no trecho sul.
 
 
 
 
Quem faz o percurso entre a capital paulista e a cidade de Ribeirão Preto, por exemplo, vai pagar R$ 54,3 a partir de quarta - atualmente os oito pedágios do caminho somam R$ 52,2. Já entre as cidades de São Paulo e Campinas, o motorista que paga hoje R$ 15,3 vai passar a pagar R$ 15,9.
 
A data do reajuste e o índice usado para o cálculo é definido no contrato firmado com cada uma das concessionárias que administram as estradas estaduais. Ao todo, 12 lotes terão o reajuste de 4,11%, baseado na evolução do IGP-M. e outros cinco lotes terão reajuste de 8,47%, baseado na evolução do IPC-A.
 
Entre as rodovias com 4,11% de reajuste no pedágio estão a Anhanguera, Bandeirantes, Washington Luís, Castello Branco, Anchieta e Imigrantes. Já entre as que terão aumento de 8,47% estão o Rodoanel, a Dom Pedro 1º, a Marechal Rondon, Ayrton Senna e Carvalho Pinto.
 
No ano passado, os pedágios tiveram um reajuste médio abaixo da inflação da época. O aumento foi de 5,29% em média, sendo que a inflação média ficou em 6,37%. Já em 2013, não houve reajuste autorizado pelo governo estadual, o que provocou reclamação das concessionárias.
 
Segundo a Artesp, o valor do pedágio do Rodoanel Leste ainda não foi definido. Ele deverá ser especificado apenas após a aprovação da cobrança. O segundo trecho do Rodoanel Leste foi inaugurado na última semana, com mais de um ano de atraso.


Fonte JCNet

Siga @condominos
T.O

Sertanejos reagem a Zeca Camargo sobre Cristiano

A crônica de Zeca Camargo sobre a morte de Cristiano Araújo, que irritou fãs do cantor neste domingo, provocou reações também de outros músicos do sertanejo.
 
Nomes famosos do gênero usaram as rede sociais nesta segunda-feira para protestar contra o texto do apresentador, que comparou a comoção pela morte de Cristiano (ocorrida semana passada em acidente) à moda dos livros de colorir para adultos, “acusados de destacar a pobreza da alma cultural brasileira”. Tudo indica que Cristiano e a namorada, Allana, 19, estavam sem cinto no banco de trás.
 
O texto foi exibido no “Jornal das Dez” (Globo News). Nele, Camargo argumenta que o abalo nacional gerado pela trágica morte do músico está ligado ao desejo “por uma catarse, um evento maior, que nos une pela emoção”, e questiona: 
 
“Como fomos capazes de nos seduzir emocionalmente por uma figura relativamente desconhecida?”
 
Em seu perfil oficial no Instagram, a dupla Henrique e Juliano publicou uma imagem de um vaso sanitário com o nome do apresentador. 
 
“Zeca Camargo, tive o desprazer de ouvir suas palavras na televisão e é claro que fiquei espantado com o tamanho do teu despreparo e incompetência. O senhor estava sob efeito de alguma droga?”, escreveram, na legenda da postagem.
 
Rodolffo, da dupla Israel e Rodolffo, definiu a crônica como a expressão de um “jornalismo preguiçoso, baseado em achismos”. 
 
Para Israel Novaes (não confundir com Israel da dupla) , um dos primeiros a se pronunciar, Zeca  foi “raso” e “fútil”.  
 
‘Ofensa’
 
Bruno Belutti, da dupla Marcos e Belutti, afirmou que a classe artística do gênero se sentiu “ofendida” pela crônica. “Nós sabemos muito bem o que fazemos, o quanto lutamos, o que defendemos e o quanto as pessoas nos seguem por esse Brasilzão. A única coisa que peço é respeito.”
 
As duplas Munhoz e Mariano, Zé Vitor e Ryan e Conrado e Aleksandro também se manifestaram sobre o assunto na web. A maioria dos sertanejos que protestaram contra o texto publicaram fotos com as mãos nos ouvidos. 
 
Por causa da reação negativa à crítica na internet, o nome do apresentador chegou aos trending topics (assuntos mais comentados) do Twitter no Brasil.
 
Em participação do “Vídeo Show” (Globo) de ontem,Camargo se retratou pelas declarações e disse que foi mal interpretado.
 
Ao pedir desculpas, Zeca comete gafe
 
Após ser duramente criticado na internet pelo seu pronunciamento sobre Cristiano Araújo, Zeca Camargo se retratou ao vivo no “Vídeo Show” desta segunda-feira.
 
“Gostaria de aproveitar, escrevi um comentário na GloboNews sobre essa cobertura e acabei sendo mal interpretado por alguns fãs. Gostaria de deixar claro que tenho a maior admiração pelo ‘Cristiano Ronaldo’, que não está mais com a gente”, confundiu-se Zeca. “Ele, que começou de uma maneira tão simples, estourou, virou esse artista que o Brasil inteiro chorou essa morte”.



Fonte JCNet

Siga @condominos
T.O

segunda-feira, 29 de junho de 2015

São Paulo é o primeiro estado do país com ônibus movidos a hidrogêniobu

Desde segunda-feira (22) circulam em  São Paulo os primeiros ônibus de transporte urbano movidos a hidrogênio. Os veículos têm tecnologia de propulsão que não emite poluentes. O escapamento elimina apenas vapor d'água. Os coletivos também oferecem mais espaço aos passageiros, aperfeiçoamento dos sistemas de controle, integração a bordo e nacionalização de todo o sistema de tração.

De acordo com informações do Ministério de Meio Ambiente, esses ônibus apresentam 45% de energia renovável, 31% a mais que o resto do mundo, o que coloca o Brasil em posição de destaque mundial. Além do Brasil, os únicos países capazes de desenvolver e operar esse tipo de coletivos são Alemanha, Canadá e Estados Unidos.

Segundo a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU), os ônibus circularão no trecho Diadema/Morumbi, do Corredor São Mateus-Jabaquara (ABD). As carroçarias dos veículos têm desenhos de pássaros representativos da fauna brasileira e foram batizados com o nome de três espécies: Ararajuba (ave da Amazônia e que representará as regiões Norte e Nordeste) Tuiuiú (ave símbolo do Pantanal) e Sabiá Laranjeira, considerada por decreto presidencial um dos quatro símbolos nacionais.

Em nota, a EMTU explicou que o projeto é totalmente brasileiro, desenvolvido sob contrato de pesquisa financiado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, com recursos do Global Environment Facility – GEF e da Agência Brasileira de Inovação - FINEP, por meio do Ministério de Minas e Energia.

No documento, a empresa informou que cabe à EMTU monitorar os testes realizados pelos veículos e apresentar especificações técnicas dos equipamentos. Acrescentou que os resultados dos testes com o protótipo serviram para aperfeiçoar o projeto dos três novos veículos fabricados no Brasil. Os testes começaram em 2010, com o lançamento de um veículo protótipo que ainda circula no Corredor São Mateus-Jabaquara (ABD), na região metropolitana de São Paulo.


Fonte JCNet

Siga @condominos
T.O

Prefeitura abre ciclovia da Paulista e testa veto a carros aos domingos


Liberar ambulâncias e viaturas de polícia, cadastrar veículos de moradores para garantir o acesso e acompanhar carros de hóspedes dos hotéis da região. Esses são alguns dos detalhes do plano da Prefeitura para fechar a Avenida Paulista para carros aos domingos (28), ação que será testada hoje com a inauguração, após seis meses de obras, da ciclovia no canteiro central.

Em entrevista ao Estado, o secretário municipal de Transportes, Jilmar Tatto, disse que o “desejo” da gestão Fernando Haddad (PT) “é fazer com que a Paulista seja aberta para o pedestre todos os domingos”, criando uma espécie de “Parque Paulista” - a exemplo do que ocorre com o Elevado Costa e Silva, o Minhocão. Moradores da avenida e das ruas do entorno já se organizam para evitar o avanço da ideia sem que sejam ouvidos.

De acordo com Tatto, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) já tem fechado o esquema para permitir o acesso de veículos especiais, que teriam acompanhamento de marronzinhos para garantir a segurança dos pedestres.

“Nossa avaliação é de que eles (carros autorizados) vão chegar mais rápido do que se tivesse carro nas pistas. A vocação da Paulista é menos ‘rodoviarista’, menos para o carro, mais para o pedestre, para o transporte não motorizado e o transporte público”, diz. “Minha parte é mais a viabilidade técnica, mas nada impede que a Prefeitura faça eventos sem palco.”

Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado entre a Prefeitura e o Ministério Público Estadual prevê que a administração municipal faça três eventos anuais com estruturas montadas na via por ano. Atualmente, os escolhidos são a Corrida de São Silvestre, o réveillon e a Parada do Orgulho LGBT.

Neste domingo, o fechamento da via será das 10 às 17 horas. A Ciclofaixa de Lazer será montada normalmente, às 7 horas. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.


Fonte JCNet

Siga @condominos
T.O

sexta-feira, 26 de junho de 2015

Cão cego e seu cão-guia buscam um lar


Foto: ONG Stray Aid - Glenn e Bluzz (dir)
Uma ONG está procurando um lar para esses dois cachorros, que foram abandonados há três semanas em Hartlepool, no norte da Inglaterra. 
Inseparável, a dupla vem sendo apontada como um exemplo de amizade canina.
Glenn, um cão da raça jack russel terrier, é cego e, por isso, está sempre ao lado de Buzz, um staffordshire bull terrier que age como se fosse seu cão-guia.
A ONG Stray Aid, que agora está cuidando dos cães, acredita que eles tenham entre nove e 10 anos e que tenham sido abandonados justamente por conta de sua idade avançada.
Segundo os funcionários do centro da Stray Aid em Coxhoe, próximo de onde foram resgatados, Buzz ajuda seu amigo cego a encontrar seu pote de comida e sua cama, o empurrando quando ele está indo na direção errada.

Sue Bielby, que trabalha na ONG, disse que Glenn e Buzz ficam muito agitados se são separados um do outro, mesmo que seja por pouco tempo.

Personalidade
Ela disse à BBC que todos se apaixonaram pela dupla, dizendo que Glenn "não é o cachorro mais lindo do mundo, mas que sua personalidade é impressionante".

Sue deixou claro que os cães só serão adotados se a pessoa estiver disposta a ficar com ambos.
"Buzz age como os olhos de Glenn, é simples assim", conta.

"Glenn tira toda sua confiança do fato de estar ao lado de Buzz e, se eles são separados, ainda que seja por alguns minutos, os dois começam a latir e ficam irritados."



Fonte Só Noticia Boa

Siga @condominos
T.O