segunda-feira, 25 de maio de 2015

Menino emociona restaurante: dá comida a sem-teto

Um menino de apenas 5 anos teve um gesto inocente e solidário que comoveu os clientes de um restaurante e posteriormente, milhares de pessoas nas redes sociais.
Ele quis dar comida a um morador de rua, num restaurante, e ainda pediu que todos os presentes rezassem e agradecessem a Deus por suas bênçãos.
O caso aconteceu na semana passada no Alabama, nos Estados Unidos.
O garoto Josiah Duncan estava em um restaurante com sua mãe quando viu um homem que parecia estar faminto. 
A mãe, Ava Faulk, explicou ao filho que era um sem-teto, algo que Josiah não entendeu. 
Preocupado pelo homem estar faminto ele pediu à mãe que chamasse o sem-teto e comprasse algo para ele jantar.

"O homem entrou e se sentou; ninguém o atendeu na realidade", contou Faulk. 
"Josiah chegou perto dele e perguntou se necessitava de um cardápio, porque não pode pedir comida sem um cardápio".
Embora no princípio o homem pedisse um hambúrguer barato, os dois fizeram questão de deixá-lo à vontade para pedir o que quisesse. 

"Posso pedir bacon?", perguntou. 
Ava Faulk respondeu: "Pode pedir o que você quiser".
Supresa
E Josiah emocionou o restaurante inteiro neste momento: "Quero abençoar estes alimentos com ele", expressou.
O garoto cantou esta oração: "Deus, Nosso pai; Deus, Nosso pai, te agradecemos, te agradecemos, nossas muitas bênçãos, nossas muitas bênçãos, amém, amém". 

"O homem chorou. Eu chorei. Todos choraram", contou emocionada a mãe de Josiah.
O sem-teto foi embora pouco depois e Ava Faulk declarou: “É um momento que sempre recordarei: Ver que meu filho comoveu as 11 pessoas que estavam no Waffle House naquela noite, será sempre uma das maiores conquistas que poderei testemunhar como mãe", concluiu.
A CNN noticiou a história e informou que o caso aconteceu em um restaurante da rede Waffle House em Prattville, Alabama.

Veja a reportagem da WSFA:

Fonte Só Noticia Boa

Siga @condominos
T.O

Surfista perde título mas realiza sonho de paraplégico

O que é mais importante: ganhar uma competição, ou realizar o sonho de uma pessoa?
Um vídeo emocionante mostra que a segunda hipótese pode dar ainda mais prazer.
O argentino Martin Passeri, cinco vezes campeão nacional, estava pronto para entrar em sua bateria - na primeira etapa do Circuito Argentino de Surfe, em Mar del Plata - quando uma cena lhe comoveu e ele não pensou duas vezes em abrir mão da competição. Na areia, estava Nicolas Gallegos, de 38 anos. Seu sonho era se tornar surfista profissional, assim como Passeri. 
Mas aos 18 anos ele teve de interromper a carreira de atleta após ficar paraplégico em um acidente.
Ao saber da história de Gallegos, Passeri fez questão de que os dois competissem juntos. (vídeo abaixo)

Ele pegou uma prancha maior, colocou Gallegos agarrado a seu pescoço, e dropou uma onda em pleno campeonato, para realizar o sonho do novo amigo. 

A atitude lhe valeu a eliminação no campeonato, mas Passeri não ficou nem um pouco arrependido. 
"Esta foi a melhor onda e maior vitória da minha vida", disse o campeão.

O vídeo feito pela organização do campeonato é emocionante. 
Assista:

Fonte Só Noticia Boa

Siga @condominos
T.O

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Cirurgia reverte diabetes tipo 2, garante médico

Esperança para os 382 milhões de diabéticos no mundo.
Um médico espanhol conseguiu reverter a diabetes tipo 2 em milhares de pacientes obesos, com uma cirurgia considerada revolucionária.
A técnica foi desenvolvida por Carlo Ballesta, que garante 97 % de sucesso na operação.
Enquanto tratava os seus pacientes obesos, Ballesta, chefe da Unidade de Obesidade e Diabetes do Hospital Ruber Internacional, em Madrid, descobriu que a cirurgia para redução de apetite desenvolvida por ele revertia também o problema da diabetes.
Ao contrário do 'bypass' gástrico tradicional, esta operação, batizada de cirurgia metabólica, atua na zona do intestino que está colada ao cólon que é onde atuam os hormônios que fazem o metabolismo da insulina. 

A intervenção é pouco invasiva, já que é feita através de laparoscopia, e não deixa grandes cicatrizes no paciente.
Por isso é considerada uma operação de baixo risco e o paciente tem alta nas 48 a 72 horas seguintes.

O sucesso, garante o médico, chega a 97 por cento, disse o médico ao jornal espanhol ABC. 

O médico Carlos Ballesta já operou mais de 3.000 pessoas com diabetes e todos os centros que realizam esta intervenção, na Espanha, recorrem às orientações definidas pelo cirurgião.

Requisitos
A  cirurgia só deve ser aplicada em pacientes com excesso de peso. 

"Todas as pessoas que tenham um IMC superior a 35, ou que apresentem um excesso de peso superior a 30 quilos e que sejam diabéticas, hipertensas, ou que tenham alguma doença relacionada com o excesso de peso, como hérnias de disco são indicadas para esta cirurgia", explica Carlo Ballesta.

Caso de sucesso
Um exemplo que comprova a eficácia do resultado da cirurgia metabólica é Andrés Raya.
Ele foi diagnosticado Diabetes Mellitus tipo 2, aos 56 anos de idade. 

"Me sentia muito cansado, como se tivesse vivido 100 vidas. Não tinha energia", conta.
Foi, então, através de uma conversa com um familiar que Andrés descobriu que poderia ser operado da doença. 

Ele foi operado no dia 22 de Setembro de 2012, com 63 anos, e a partir daí a sua vida mudou.
"Sou uma pessoas nova", disse ao ABC.


Fonte Só Noticia Boa

Siga @condominos
T.O

Vovó dança na rua e rouba cena de músico

Que alegria e disposição!
Um vídeo que mostra uma idosa dançando durante a apresentação de um artista de rua em Bruxelas está fazendo sucesso na internet. Já foi visto mais de 2,3 milhões de vezes.
Nas imagens, a mulher começa a dançar em frente ao artista que faz beatbox, e rouba a cena do músico.
Ela vinha com um cachorro e acaba largando a coleira do animal no chão para dançar com mais desenvoltura. (vídeo abaixo)

A vovó levanta os braços, pula e chega a se abaixar para terminar a coreografia.
A performance cheia de energia e bom humor foi aplaudida por pedestres.

No final, a idosa, que não foi identificada, pega a coleira do cachorro e volta a caminhar.
O vídeo foi postado no YouTube na segunda-feira (18).

Assista:


Fonte Só Noticia Boa

Siga @condominos
T.O

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Nasce 1º filhote de arara-azul em cativeiro

Nasceu o primeiro filhote de arara-azul, em cativeiro, da América Latina.
O bebê está com 38 dias.
O filhote permanece em uma incubadora.
Ele está no laboratório do jardim zoológico de São Paulo.

A espécie em extinção contra com apenas cerca de 1.300 animais no planeta.





Fonte Só Noticia Boa

Siga @condominos
T.O

#1 do karatê faz rifa para competir: não desiste

Alisson Sobrinho, de 20 anos, é um orgulho do karatê brasileiro e um exemplo de superação.
Nascido em uma família pobre de Planaltina/DF - a 43 Km de Brasília, o número 1 do ranking nacional não desiste, apesar de todas as dificuldades financeiras que enfrenta para competir, principalmente fora do Brasil.
Ganhando pouco no trabalho, ele se vira para lutar e levantar a bandeira brasileira como pode: de rifas a vaquinhas.
E títulos não faltam: desde 2009, quando entrou para a seleção brasileira, foi vice-campeão panamericano, campeão sul-americano, tricampeão da copa Brasil, penta campeão brasileiro (3 vezes individual e duas por equipes). 
Esta semana o atleta recebeu outra ótima notícia: subiu para a primeira posição do ranking nacional de Karatê brasileiro.
Mesmo assim, os patrocinadores ainda não apareceram.

Vaquinhas
Ele faz rifas, vaquinhas, ou tira do próprio bolso para bancar as viagens de competição.

"A dificuldade sem patrocínio é imensa, várias vezes pensei em desistir, muitas vezes tive que fazer rifa de alguma coisa, fazer vaquinha com amigos e familiares, coisas que acabam deixando o atleta chateado. Mas sempre consegui superar", disse Alisson Sobrinho em entrevista ao SóNotíciaBoa.

E é o que vai acontecer nas próximas competições. 

O campeonato sulamericano será em Santiago, no Chile, depois a premier leegue - que é uma etapa do circuito mundial de karatê - será realizada em São Paulo. As duas provas serão entre 29 de maio e 06 de junho.

Do próprio bolso
"Vou gastar na competição mais o menos 3 mil reais e não terei vaquinha nem nada. Estou me virando pra comprar passagem e tentando economizar o que ganho pra poder ir competir. "Vou participar agora pagando do meu próprio bolso", contou.

Alisson quer evitar o que aconteceu no ano passado, quando não competiu no panamericano por falta de dinheiro.

"Às vezes consigo apoio da secretaria de esportes com passagem mas mesmo assim é difícil, porque preciso também de hospedagem e alimentação. Isso quando a passagem sai, porque tem que dar entrada no programa Comitê Brasília e aguardar a resposta".

História
Filho de família modesta, com 4 irmãos, Alisson sempre foi incentivado pelos pais a seguir em frente.

"Meu pai é cobrador rodoviário, minha mãe autônoma. Família pobre, nunca faltou o que comer. Mas pra bancar um atleta sempre foi com muita dificuldade", lembra.

O jovem recebe 925 reais por mes de bolsa atleta. Aí tem que dar aulas para levantar mais dinheiro para pagar a faculdade de educação física, na Unieuro. Ele não conseguiu o financiamento do FIES este ano, a exemplo de milhares de estudantes brasileiros.

"Hoje eu trabalho, treino e estudo à noite.Trabalho no Centro Olímpico de São Sebastião dando aula de karatê, estudo educação física e ainda tenho que pagar minha faculdade, infelizmente".

Veja a batalha do jovem, que luta karatê desde os 9 anos.
Merece ou não um patrocinador?

Contato
Facebook: https://www.facebook.com/alisson.bruno.980



Fonte Só Noticia Boa

Siga @condominos
T.O

quarta-feira, 20 de maio de 2015

Bike mais segura do mundo é criada na Inglaterra

Um inglês garante ter criado a bicicleta mais segura do mundo.
É a Babel Bike, um veículo com vários elementos para proteger o biker.
A bicicleta foi desenvolvida por Crispin Sinclair. 
A ideia surgiu depois que o inglês foi atropelado por um carro enquanto pedalava. 

AcessóriosA Babel vem equipada com:
  1. assento com encosto, 
  2. cinto de segurança, 
  3. proteção para as pernas 
  4. uma gaiola que suporta até 38 toneladas. 
  5. lanternas, 
  6. espelhos retrovisores 
  7. e freios a disco
Preço
Claro que com tudo isso ela não é barata.
A bike especial é vendida na Europa por 2.780 euros, cerca de R$ 9.500. 

Mas pode saltar para 4.170 euros, algo em torno de R$ 14.200, se vier com um sistema elétrico acoplado.
O inventor espera encontrar apoio financeiro para levar o produto ao mercado e torná-lo mais acessível aos ciclistas.


Fonte Só Noticia Boa

Siga @condominos
T.O